• Danielle Laís

Por que a validade do chopp é menor? Como ele é fabricado?

Sempre ficou se perguntando por que é que aquele barril de chopp tem uma validade tão curta comparado a uma lata de cerveja? Tudo isso tem a ver com todo o processo de fabricação que nossa bebida passa.

Hoje em dia, a galera está numa onda de fabricação de chopps artesanais, e no artigo de hoje vamos entrar numa conversa sobre o processo completo de fabricação do bom e velho chopp e assim, te mostrar o por que nossa bebida favorita deve ser consumida fresquinha para nada da sua fórmula original se perder e você beber sempre o melhor do chopp.

Ingredientes

As matérias primas básicas para a produção do chopp são o malte, o extrato de lúpulo, leveduras e claro, água potável. Para detalhar um pouco mais o que são cada um desses ingredientes:

· Malte: o malte é um grão, e como você já deve saber, é também o ingrediente principal do chopp e também, da cerveja. Ele é produzido pela germinação (feita de forma artificial) e dessecação da cevada. É o principal responsável pelo que vemos, saboreamos e sentimos no chopp;

· Extrato de lúpulo: é um extrato líquido, retirado de uma planta chamada Lúpulo. A função desse ingrediente é favorecer a formação da espuma no chopp e não deixar que microrganismos se desenvolvam, além de também, ajudar na produção do sabor que sentimos e do cheiro amargo do chopp;

· Leveduras: falando de um ponto de vista científico, as leveduras são micro-organismos do reino fungi, usados para transformar os açúcares presentes na composição em etanol, dióxido de carbono e outros componentes. Mas resumindo mesmo, elas são usadas para caracterizar o cheiro e o gosto do chopp também, além de ser o ingrediente que faz o álcool da bebida.

Na fabricação do chopp, além da cevada, outros cereais podem ser usados para conseguir o malte, como o milho, centeio, trigo etc. Mas atenção! A qualidade do malte feita de outros lugares além da própria cevada, também será diferente. Por isso podemos sentir sabores distintos dependendo do chopp que bebemos.

A composição nutricional do chopp é bastante rica também, nele podemos encontrar aminoácidos, carboidratos, proteínas, vitaminas, álcool e sais minerais.


Etapas da Fabricação do Chopp:


1ªetapa – Moagem: é onde a cevada é moída, ou outro cereal daqueles que te falamos, para retirar o malte, ele é moído até virar uma farinha grosseira.


2ªetapa – Brassagem: a farinha que conseguimos na moagem é misturada com água e deixada em repouso sob aquecimento entre 75ºC e 80ºC, durante duas a quatro horas, e nesse tempo, precisamos verificar frequentemente o pH da mistura.


3ªetapa – Filtração do mosto: a filtragem é feita para tirar os componentes que não foram dissolvidos na mistura anterior, isso é feito por aproximadamente três horas. O que for filtrado é o mosto, e o material do filtro pode ser usado como alimentação para animais.


4ªetapa – Ebulição do mosto: depois do processo de filtração, o lúpulo é adicionado ao mosto, e em seguida, a mistura passa por um processo de ebulição (aquecimento), durante duas horas. Importante saber que, durante o aquecimento do mosto misturado com o lúpulo, acontece a esterilização da mistura e a liberação de componentes indesejados, para dar um sabor melhor ao chopp.


5ªetapa – Resfriamento: depois da ebulição, o mosto lupulado sofre um resfriamento até uma temperatura de 8ºC a 9ºC.


6ªetapa – Fermentação: nessa etapa adicionamos leveduras ao mosto lupulado, favorecendo a transformação dos açúcares em álcool e dióxido de carbono, durante cerca de sete dias.


7ªetapa – Maturação e filtração: o chopp deve ser filtrado novamente nessa etapa, para a retirada de qualquer resquício da levedura e de outros componentes que possam estar presentes, e em seguida, é aquecido de novo, para eliminar componentes voláteis, que não sejam o álcool, claro.

Diferente das cervejas que passam por processos de pasteurização, o chopp não passa, por isso é mais fresco e não possui tanto gás, e também não passa pelo processo de estabilização, que é usado para estabilizar a espuma da cerveja e aumentar sua validade. Assim, logo após a 7ª etapa, seu chopp já está prontinho para o consumo!

O ideal para você não perder nenhum componente importante no seu chopp e ele estar fresquinho para você beber o quanto quiser, é consumi-lo dentro de 15 dias com barris fechados e, no máximo 72 horas depois de aberto.


Não se esqueça! Bares sem movimento são sinônimo de chopp velho e ruim, que já perdeu suas características originais. Escolha sempre por empresas que podem te oferecer produtos fresquinhos e da melhor qualidade!

5 visualizações

© BLACK CHOPP - Todos os direitos reservados. Cnpj: 18.202.628/0001-35

romper
Logo ROMPER publicidade